BLOG SÓ PALAVRAS + UM POUCO DE TUDO, NOTICIAS E TEXTOS MAIS

Ultimas Postagens

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Projeto olho vivo em Guaxupé, prefeito Luciano prefere gastar 500,00 mil em carnaval, que 500,00 em proteção efetiva.

O Projeto Olho Vivo será implantado em três etapas, conforme o juiz João Batista Mendes Filho, diretor do Fórum de Guaxupé. Idealizada pelo promotor Thales Tácito Pontes Luz de Pádua Cerqueira, a iniciativa visa combater o crime e consta da instalação de câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade.
Com o custo estimado em 1,5 milhão, o projeto será bancado pelas iniciativas privada e pública. No tocante à primeira, o comerciante Jarbas Corrêa Filho, do São João Supermercados, ofereceu R$ 20 mil, enquanto o diretor da Cooxupé, Antônio Carlos Martins (Cacau) garantiu ajuda por parte da empresa, embora não tenha falado, ainda, em valores.
Jarbinhas e Cacau mencionaram suas doações durante uma reunião ocorrida no Fórum, no último dia 11, quando autoridades, empresários e representantes de classes atenderam ao chamado da Justiça e da Promotoria Pública, para discutir a implantação do Olho Vivo. Além dos dois mencionados, o Palácio da Justiça recebeu dezenas de outras pessoas influentes no Município.
Quanto ao poder público, o presidente da Câmara Municipal, Jorge Batista Bento, colocou R$ 500 mil, relativos às sobras do Orçamento Legislativo de 2010, à disposição para o projeto ligado à segurança pública. Já o prefeito Roberto Luciano Vieira alegou enfrentar séria crise econômica, o que lhe impossibilita de sinalizar qualquer quantia, pelo menos neste momento.
A discussão sobre o referido tema gerou certa polêmica na reunião do Fórum. Isto, principalmente pelo fato de a Prefeitura ter realizado carnavais considerados caros (cerca de R$ 500 mil, cada um), nos últimos dois anos e seu administrador alegar falta de recursos para outras áreas. Divergências à parte, o prefeito se prontificou em analisar as possibilidades, a fim de cooperar com a Justiça, no sentido de concretizar o projeto.
Ao término do encontro entre as partes, ficou definido que o Olho Vivo começará a ser iniciado em Guaxupé a partir do 1º semestre de 2011. Nesta quinta-feira, 18 de novembro, o juiz João Batista Mendes Filho e o promotor Thales Tácito Pontes Luz de Pádua Cerqueira se reunirão com o alto escalão da Polícia Militar, quando traçarão metas ligadas ao referido projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCEIROS

Tedioso: Os melhores links Linkado - Agregador de conteudo