BLOG SÓ PALAVRAS + UM POUCO DE TUDO, NOTICIAS E TEXTOS MAIS

Ultimas Postagens

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Preso tenta fugir de presídio e acaba morto

Unidade Prisional do Puraquequara, em Manaus

Onze presos tentaram fugir da Unidade Prisional do Puraquequara  (UPP) por volta das 15h30 deste domingo (17). Um deles foi alvejado pela guarda do presídio e morreu no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus.

De acordo com o secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), coronel Bernardo Encarnação, a tentativa de fuga aconteceu no momento em que familiares visitavam os detentos. “Os presos subiram na laje de um dos pavilhões e já estavam quase escalando a muralha quando foram detidos pela guarda do presídio”,

Nenhum dos detentos chegou a sair da prisão. Todos eles, inclusive o que foi alvejado e morreu, foram identificados.

O coronel informou ainda que esta é uma falta grave e que os detentos irão passar por procedimento disciplinar, podendo ficar até 30 dias no isolamento.

O detento que foi morto tinha 20 anos e estava no presídio do Puraquequara desde o dia 16 de setembro de 2011 pelo crime de roubo.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

27 internos escaparam em Bangu

A Secretaria de Segurança do Rio informou que o policiamento na região de Bangu foi reforçado para tranquilizar a população e recapturar os 23 detentos que escaparam do Instituto Penal Vicente Piragibe, que faz parte do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, neste domingo (3).

Segundo as primeiras informações da Secretaria de estado de Administração Penitenciária (Seap), os internos conseguiram escapar por um túnel construído na tubulação de esgoto. Quatro deles já foram recapturados. Os presos que foram encontrados vão ficar no presídio de segurança máxima Bangu 1.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

60% dos Deputados contratam prostitutas...E você com isso?


Estava a navegar por redes sociais e observei uma postagem com a seguinte imagem

Dos fatos
O autor do projeto de lei 4211/2012 que busca a regularização da atividade profissional do sexo, Jean wyllys em declaração ao portal IG disse:
 "As prostitutas, embora estigmatizadas e marginalizadas, são uma categoria menos odiada que os homossexuais. E tem outro fator, eu diria que 60% da população masculina do Congresso Nacional faz uso dos serviços das prostitutas, então acho que esses caras vão querer fazer uso desse serviço em ambientes mais seguros", afirmou.


Do blog:
Esse cara e mentiroso, não acredito no Jean, nunca votei nele e nunca irei votar, onde já se viu afirmar que 60% dos deputados contratam prostitutas, de onde ele tirou essa informação, ele está desinformado, pesquisas nacionais afirmam que quase 100% dos deputados já fodemmmm com os brasileiros todos os dias, na hora em que os deputados pagam as putinhas eleitoras para votarem neles ninguém reclama, a maiorias das putinhas eleitoras, que exercem suas atividades nas zonas eleitorais colocam o dinheiro no bolso e gozam com a saúde, segurança e educação da população, agora se um deputado paga por sexo, qual e o pecado, ele pode estar ajudando a colocar comida na mesa de uma pessoa, pode estar ajudando a pagar o curso superior de alguém, pode até mesmo estar ajudando a pagar a cirurgia cardíaca do pai de alguém.
Já que nossa saúde esta a mercê dos convênios e do SUS, nossa educação de primeira, isso mesmo primeira serie e olha lá, o conhecimento de um aluno da oitava serie pode ser comparada com alunos de primeira serie de escolas particulares, nossa segurança está presa a atividades privadas, até nossos presídios agora são privatizados.
O que me preocupa de verdade não e o fato de pessoas estarem pagando para recebem sexo, o que me preocupa de verdade e o fato de governantes usarem verbas publicas para receberem sexo, fato que não foi informado na reportagem nem mesmo e alvo de apreciação judicial, o que o deputado faz com o seu salário e de responsabilidade única e exclusiva dele.
Devemos estar preocupados com questões mais importantes, com nossa consciência política, vejamos nosso “querido e amado” Ex-presidente da Republica Fernando Collor de Mello, que executou flagrantes desrespeitos como o confisco das poupanças, quando em meados de 1991 foi impedido de atuar como presidente, e novamente nós as putinhas das zonas eleitorais o colocamos novamente no poder como senador por Alagoas onde conquistou um mandato de oito anos iniciado em 1 de fevereiro de 2007, e se BOIAR “nós iremos digerir nossa PALAVRAS” e continuar mantendo ele em cargos eletivos até os últimos dias de sua vida.
Bem outro fato que devemos estar atentos e ao nosso amado atual presidente do Senado Federal Brasileiro o Sr. José Renan Vasconcelos Calheiros que foi Presidente do Senado Federal do Brasil de 2005 até 2007, quando renunciou ao cargo, após várias denúncias de corrupção só para lembrar, Renan Calheiros assumiu a assessoria de Fernando Collor de Melo, até então candidato à presidência da República. Em março de 1990, tão logo tornou-se líder do governo no Congresso Nacional, Renan Calheiros divulgou o pacote de medidas baixado por Collor, entre as quais destacava-se o confisco de parcela dos ativos depositados em cadernetas de poupança.
Um conjunto de denúncias de corrupção atingindo Renan Calheiros ocupou as manchetes da imprensa brasileira em 2007. A crise começou em 25 de maio, com a circulação da notícia sobre o pagamento da empresa Mendes Júnior à ex-amante de Renan onde conhecemos já esquecemos um esquema de desvio de dinheiro público em ministérios comandados pelo PMDB. O caso foi chamado de Renangate, neologismo aludindo ao escândalo do Watergate e outros que usaram a mesma terminação -gate.,e perdurou até 11 de novembro, quando ele renunciou à Presidência do Senado. Que está assumindo novamente agora e todos os brasileiros estão aplaudindo de pé.


Fontes:
Sites



Frases e discursos
"As palavras que o senhor acabou de pronunciar são palavras em relação a mim e às minhas relações políticas. São palavras que eu não aceito... E são palavras que eu quero que o senhor as engula e as digira como achar conveniente... Com todo o respeito que Vossa Excelência me merecia e como sempre lhe tratei e que por gentileza evite pronunciar o meu nome nesta Casa, por que da próxima vez que eu tiver de pronunciar o nome de Vossa Excelência nesta Casa provacado por alguma palavra mal posta desta tribuna ou da sua poltrona eu gostaria de relembrar alguns fatos ou momentos extremamente incômodos para Vossa Excelência."
Fernando Collor de Mello - Em discussão no Senado com os senadores Pedro Simon e Renan Calheiros em 2009

"Na véspera do Collor ser cassado, Vossa Excelência largou o Collor."
Pedro Simon em discussão com Renan Calheiros

Quando privatizamos os presídios estamos fazendo o crime compensar?


Quando privatizamos os presídios estamos fazendo o crime compensar?

O aumento expressivo da massa carcerária em nada diminuiu os índices da criminalidade, mas agora pode representar um negócio altamente lucrativo para alguns, o encarceramento privado.

Vendido como o padrão inglês, de grande eficiência e alta tecnologia, a penitenciária mineira de Ribeirão das Neves inaugura este equívoco institucional.

O Estado não vai deixar de pagar para custear os presos. Os empresários é que vão passar a ganhar com as prisões, em valor por condenado –um estímulo e tanto para que elas continuem sempre crescendo.

O que está em questão não é apenas o esvaziamento do Estado em uma de suas mais importantes funções, mas também a ideia desvirtuada de que o crime compensa, ainda que para o carcereiro melhor dizendo o grupo gestor da empresa carcerária.

Não podemos criar um mercado que dependa das prisões, sob pena de acabarmos nós mesmos na dependência delas.

Que faremos em sequência, contrataremos mercenários para garantir as fronteiras?

Presos não são objetos contratuais, mas sujeitos de direitos, pessoas das quais estão pagando por um crime definido por lei, que em sua grande maioria não são tratados como seres humanos e sim como lixo e escoria da sociedade, não há porque supor que eles serão mais respeitados pelo mercado sendo tratados como mercadoria, moeda de troca ou novos escravos sociais, ainda que se preserve direitos trabalhistas.

Há limites aos quais não se deve ultrapassar, sob pena de se perder por completo a noção de Estado, como já se abala com a progressiva privatização dos serviços de segurança.

Presídio interditado.



A Justiça de Pedreiras determinou a interdição total das cadeias públicas dos municípios de Pedreiras (a 245 km São Luís) e Trizidela do Vale (224 km de São Luís). A liminar em ação civil pública acatou o pedido do Ministério Público.

A decisão do juiz Marco Adriano Ramos Fonseca, titular da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras,  prevê ainda que o Estado, por meio das Secretarias de Segurança Pública e de Justiça e Administração Penitenciária, transfira os presos das delegacias interditadas, no prazo de 72 horas, a contar da notificação, para outros estabelecimentos prisionais da região que ofereçam melhores condições de higiene e segurança.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCEIROS

Tedioso: Os melhores links Linkado - Agregador de conteudo