BLOG SÓ PALAVRAS + UM POUCO DE TUDO, NOTICIAS E TEXTOS MAIS

Ultimas Postagens

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Assinatura Mãçônica no resgate dos 33 mineiros Chilenos

Sei que ja se passou muito tempo desde que foi realizado o resgate dos 33 mineiros do Chile, sei que muita coisa aqui e pura ivenção, mais gostei do post e estou aqui repassando para meus leitores


O resgate dos 33 azarados mineiros chilenos se tornou, definitivamente, um evento internacional da mídia. Todos os aspectos do resgate foram cuidadosamente encenados para tornar a coisa inteira um show espetacular, inspirando emoções, admiração e orgulho nacional. Para aqueles cientes do simbolismo oculto e maçônico, é difícil não ponderar sobre os fatos simbólicos e numerológicos do evento. Eis aqui alguns deles:
1 - O número dos mineiros

O número 33 é de grande importância na Franco-maçonaria e no sistema Cabalístico dos números. Ele pode ser encontrado em muitas instâncias na doutrina maçônica.
“Por exemplo, considere o número 33. O primeiro templo de Salomão sustentou-se por trinta e três anos em seu esplendor original. No fim daquele tempo, ele foi pilhado pelo Rei egípcio Shishak, e, finalmente, (588 A.C.) foi completamente destruído por Nabucodonosor e o povo de Jerusalém foi guiado em cativeiro para a Babilônia. (Veja a História Gerald a Franco-maçonaria, por Robert Macoy.) O Rei David também governou por trinta e três anos em Jerusalém; a Ordem Maçônica é dividida em trinta e três graus simbólicos; há trinta e três segmentos na coluna vertebral humana; e Jesus foi crucificado no trigésimo terceiro ano de Sua vida.” (Manly P. Hall, Ensinamentos Secretos de Todas as Épocas)
“Alquimia é uma arte triplicada, seu mistério é bem simbolizado por um triângulo. Seu símbolo é 3 vezes 3 – três elementos ou processos em três mundos ou esferas. O 3 vezes 3 é parte do mistério do 33º grau da Franco-maçonaria, porque 33 é 3 vezes 3, que é 9, o número do homem esotérico e o número de emanações desde a origem da Árvore Divina.” (Ibid)
2 – A data do evento
A data para começo do resgate é também significante:
10/13/10 que pode ser cabalisticamente calculada dessa forma: 10 + 13 + 10 que é igual a …33
3 – A Fênix

O nome da cápsula de resgate foi chamada de “Fênix” (Phoenix), que é o pássaro que ascendeu das cinzas. Novamente, a seleção do nome Fênix, uma criatura mitológica possuindo uma grande importância nos mistérios ocultos, é bastante interessante. O pássaro é considerado um símbolo de realização de transmutação alquímica, um processo equivalente à regeneração humana.
“Nos mistérios era costumeiro referir-se a iniciados como fênix ou homens que não nasceram novamente, pois da mesma forma que o nascimento físico confere ao homem consciência do mundo físico, assim para o neófito, depois de nove graus no útero dos mistérios, nasce-se em uma consciência do mundo espiritual.” (Ibid.)
4 – O número de dias que se levou para furar o buraco
“O trabalho tomou 33 dias no total, um homem por dia,” disse Mikhail Proestakis, diretor da Companhia de Suprimento de Perfuração, que participou na perfuração do buraco do resgate com um diâmetro de 66 centímetros, que é 33 duas vezes.”
“Eu acredito em numerologia, significa algo.

5 – O simbolismo do evento
Para resumir o evento do resgate, os 33 mineiros, que foram encurralados por 69 dias nas profundezas e na escuridão do subterrâneo foram alçados um por um, em 13/10/10 em uma cápsula chamada “Fênix” – uma criatura representativa da iniciação oculta – até a luz do dia. Como eles dizem “Ex tenebris lux”: Da escuridão à luz.

Com esses fatos em mente, pergunto a você: foi ou não foi um mega-ritual maçônico o resgate aos mineiros chilenos?

Pentagrama invertido na camisa que o mineiro foi sugerido vestir

Fonte: Combater a nova ordem Mundial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCEIROS

Tedioso: Os melhores links Linkado - Agregador de conteudo