BLOG SÓ PALAVRAS + UM POUCO DE TUDO, NOTICIAS E TEXTOS MAIS

Ultimas Postagens

domingo, 26 de junho de 2011

Presos cavam buraco e escapam do IPPOO I

Oito presos fugiram, no começo da manhã de ontem(25/-6), do Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira I, o ´velho´ IPPOO, situado no bairro Itaperi (zona sul de Fortaleza). Segundo a direção daquela unidade carcerária, os presos conseguiram escapar depois de cavar um buraco próximo da muralha. Contudo, logo após o alarme da fuga ter sido dado, a Polícia Militar cercou a área e conseguiu capturar seis deles. Outros dois permanecem desaparecidos.

As fugas, rebeliões e mortes têm virado uma perigosa rotina nas unidades carcerárias do Estado do Ceará. Um dos episódios mais violentos ocorreu em fevereiro passado, quando uma quadrilha invadiu o IPPOO II, no Município de Itaitinga, e resgatou dez presos, além de atirar contra os policiais militares.

Em meio aos foragidos, estavam o assaltante de bancos, Alexandre de Sousa Ribeiro, o ´Alex Gardenal´; e o bandido Marcos Rogério Machado de Morais, o ´Rogério Bocão´, envolvido no furto de R$ 164,8 milhões do Banco Central, nesta Capital, em agosto de 2005.

Já no Instituto Penal Paulo Sarasate (IPPS), em Aquiraz, foram encontradas bananas de dinamite recentemente e, em janeiro, um preso foi assassinado.

O IPPOO I tem sido palco de constantes fugas, brigas, motins e tráfico de drogas. Este foi o quinto episódio somente neste ano. Em janeiro último, um preso foi assassinado a golpes de ´cossoco´ e pauladas dentro daquele presídio. Era o assaltante e traficante de drogas Luís André Alencar Alves, o ´André Cabeção´. Outro interno ficou ferido durante o incidente.

De acordo com a direção do Presídio, no começo da manhã do sábado uma queda no fornecimento de energia elétrica favoreceu a fuga dos detentos. O sistema de monitoramento eletrônico ficou fora do ar.

Segundo o coordenador do Sistema Penal (Cosipe), da Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania (Sejus), Bento Laurindo, ainda ontem seria realizada uma contagem de presos para confirmar o número de detentos que teriam escapado.

Hoje, o ´velho´ IPPOO I serve de abrigo para 613 detentos que cumprem o regime semiaberto. Eles foram transferidos para lá após a Justiça determinar o fechamento da Colônia Agrícola Penal do Amanari, no Município de Maranguape.

O IPPOO I já deveria estar completamente desativado. A Justiça já havia dado esta determinação em 2009, mas recuou diante do fechamento da Colônia do Amanari. Mesmo assim, ali só poderiam estar cerca de 400 presos, e hoje, tem 613.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCEIROS

Tedioso: Os melhores links Linkado - Agregador de conteudo