BLOG SÓ PALAVRAS + UM POUCO DE TUDO, NOTICIAS E TEXTOS MAIS

Ultimas Postagens

sábado, 9 de abril de 2011

Vergonha, Suspeitos de negociar com atirador são indiciados por comércio de arma

 

Suspeitos de negociar arma com Wellington (Foto: Carolina Lauriano/G1)

Os dois suspeitos de negociar uma das armas usadas pelo atirador Wellington Menezes de Oliveira foram indiciados por comércio de arma de fogo e a pena pode chegar a 8 anos, informou o delegado da Divisão de Homicídios, Felipe Ettore, neste sábado (9).

O chaveiro Charleston Souza de Lucena, de 38 anos, e o vigia Izaías de Souza, de 48 anos, tiveram a prisão preventiva decretada na madrugada deste sábado.

Os dois afirmaram que ao saber que a arma tinha sido usada para o ataque a escola se arrependeram.

"Se eu soubesse que era para fazer isso, jamais teria feito o que eu fiz. Agora, infelizmente vou ter que pagar ", disse Izaías.

Segundo Charleston, o atirador teria dito que a arma seria para segurança própria dele.

De acordo com a polícia, os dois têm antecedentes criminais. Izaías tem 6 filhos e 4 enteados e Charleston tem três filhos.

A polícia informou que eles disseram que a arma foi vendida por R$ 260 e os dois receberam R$ 30, cada.

Os dois foram ouvidos na noite de sexta-feira (8) na DH, na Barra da Tijuca. Eles foram encontrados por policiais militares do serviço reservado do 21º BPM (São João de Meriti). De acordo com o comandante do batalhão, Ricardo Arlem, um chaveiro, vizinho de Wellington, teria sido quem intermediou a compra do revólver calibre 32, uma das armas utilizadas no massacre.

O comandante explicou que Wellington teria procurado o chaveiro, por saber que ele tinha contatos de pessoas que vendiam armas clandestinamente. Ainda segundo a Polícia Militar, as negociações para a compra da arma teriam começado há cerca de quatro meses.

Um amigo do chaveiro teria vendido a arma para o atirador. Segundo a PM, o suposto vendedor tem passagens pela polícia pelos crimes de porte ilegal de arma, uso de documento falso e estupro.

De acordo com o comandante Ricardo Arlem, assim que os homens foram abordados pelos PMs, eles negaram a venda, mas depois confirmaram e trocaram acusações.

“Nós descobrimos esses dois homens porque um PM à paisana ouviu o vendedor comentar ao chaveiro, tá vendo aquela arma que te vendi, tá vendo como ela tava afiadinha?, olha o estrago que ela fez”, reproduziu o comandante.

O comandante contou ainda que os homens negaram vender as munições utilizadas por Wellington. A Divisão de Homicídios, que investiga o caso, tenta esclarecer se os dois homens têm realmente ligação com a venda do armamento.

Agora eu pergunto, onde esta a vergonha, meus amigos fico envergonhado com o Brasil, com os acusados de vender, e com a policia, porém antes de sentir vergonha devemos dar os parabéns aos policiais que descobriram de onde veio as armas.

Vamos começar a relatar a vergonha, existem varios homicidios no Brasil, varios Homicidios sem solução sem a possibilidade de se verificar a origem das armas utilizadas, sim devemos deixar os parabens pela rapida resposta da policia pela localização dos vendedores das armas.

A policia do brasil, e mal paga, esta com defiti de pessoal, nos os brasileiros não podemos viver em segurança efetiva, somente com a segurança subjetiva, ou seja a que está acabando com o passar do tempo, agora começamos a discutir a falta de segurança nas escolas, será que não devemos discutir a segurança no Brasil, será que não devemos discutir a qualidade da segurança, observamos que somente em açoes de grande repercurção nascional que a resposta e dada com prontidão.

Existe sim a nossa consternação pela ação e queremos que tudo seja resolvido, exigimos como cidadãos Brasileiros, que todos os envolvidos, sejam presos, mas tambem exigimos que todas as ações criminais, sejam resolvidas, acredito que se essa arma tivesse sido usado no que podemos dizer assalto normal em um posto de gasolina, e tivesse retirado a vida de um frentista, a arma estaria gardada em um saco plastico, e somente após três meses ou mais que a pericia iria colocar as mãos na arma, e tentar rastriar a origem da arma que como sempre nunca e localizado, então fico com vergonha, pois a maioria das ações criminais, não são resolvidas e investigada com tanto afinco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

PARCEIROS

Tedioso: Os melhores links Linkado - Agregador de conteudo